Vítima fatal de homem que atacou 11 pessoas em Porto Velho era de Jaru; uma das pessoas feridas é o filho dela de 8 anos

Mãe morta em ataque abraçou filho para salvar criança de suspeito, diz testemunha

A mãe assassinada com golpes de facão durante um ataque contra 11 pessoas, nesta quinta-feira (1°), abraçou o filho de 3 anos para salvar a vida da criança do suspeito na Zona Leste de Porto Velho. Segundo relato de uma testemunha ao G1, o outro filho da mulher e o esposo dela foram atacados.

A família estava em casa, no bairro Renascer, quando o suspeito chegou em carro. Na sequência o homem saiu do veículo e foi na direção da criança com o facão.

Ao ver o ataque, a mãe, Marta Rodrigues Pereira, 27 anos, se jogou sobre o filho e foi esfaqueada na parte de trás da cabeça e no lado esquerdo do peito. Na sequência o suspeito também atacou o esposo de Marta, Márcio Dias de Souza, de 33 anos.

Depois de atacar a família o suspeito fugiu e na rua encontrou outro filho da vítima, um menino de 8 anos. O homem então atacou a criança com dois golpes de facão no braço.

O Samu então foi chamado por testemunhas para socorrer a família até a UPA da Zona Leste.

Criança foi atingida por facão no braço durante ataque — Foto: Lívia Costa/G1

Segundo a direção da unidade, Marta não resistiu aos ferimentos e morreu assim que deu entrada na UPA. A criança de 8 anos foi atendida e liberada da unidade. Já Márcio, padastro do menino, está internado em estado grave no Hospital João Paulo II.

Marta é de Jaru e a família fez o reconhecimento do corpo da mulher na tarde desta quinta-feira.

O pai da criança, Antoniel Nunes, contou que o filho estaria chegando da escola e o ataque ocorreu quando o menino passava perto da casa do avô.

Facão usado por suspeito para atacar as vítimas — Foto: Ana Kézia/G1

Facão usado por suspeito para atacar as vítimas — Foto: Ana Kézia/G1

Ataque

Segundo testemunhas, o homem estava dirigindo um carro pela Zona Leste e, quando se aproximava das vítimas, descia e golpeava os moradores.

O homem esfaqueou tanto pessoas desconhecidas como conhecidas. Uma das vítimas mora próxima da casa do autor dos ataques.

Segundo vizinhos, o suspeito teria tido um surto dentro da casa no fim da manhã, momento que saiu e começou a esfaquear as pessoas.

Depois de esfaquear as vítimas em vários bairros, o suspeito seguiu para a casa dele, na Zona Leste, e lá tentou atacar os policiais com dois facões.

Os agentes reagiram atirando e os disparos atingiram o homem, que foi socorrido e levado ao Hospital João Paulo II, mas não resistiu aos ferimentos.

Oito vítimas do ataque estão internadas no João Paulo II, seis delas em estado grave. Na noite desta quinta-feira, a unidade informou que duas das pessoas passaram por cirurgia.Um dos ataques foi na frente de uma casa na Zona Leste — Foto: Daniele Lira/G1

Fonte: G1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.