Notícia do Estado
sábado , 21 Abril 2018

Assembleia recebe secretário de Finanças do Estado para esclarecimentos

 

Assembleia recebe secretário de Finanças do Estado para esclarecimentos-09Dez15-Foto Ana Célia-Decom-ALE-RO

Wagner Garcia e Wilson César explicaram aos parlamentares os motivos para majoração do IPVA e ICMS

 

A sessão ordinária desta quarta-feira (9) foi transformada em Comissão Geral para ouvir o secretário da Secretaria de Estado de Finanças (Sefin) Wagner Garcia Freitas e o coordenador da receita estadual, Wilson César Carvalho, para falar aos deputados sobre a majoração dos impostos ICMS (de 17 para 18%) e IPVA (de 2% para 3%) no âmbito do Estado de Rondônia. A sessão especial ocorreu devido a requerimento do deputado Jesuíno Boabaid (PTdoB).

 

Antes da fala dos representantes da Sefin, o deputado Hermínio Coelho (PSD) questionou para que deixem claro os motivos para esta majoração dos impostos, “para que vão aumentar estes impostos e o que será feito com a arrecadação”. Complementou dizendo que o Estado se vangloria de não ter dívidas e estar bem, mas “espero que não seja para tapar buraco no orçamento”.

 

Wagner afirmou que foi enviada a Assembleia estes projetos para ajustes fiscais no Estado, tendo em vista a recessão pela qual passa o país e que tem afetado a arrecadação das finanças. Rondônia, disse, é um dos três estados da Federação que estão em conformidade com a Lei de Responsabilidade Fiscal.

 

Sobre o IPVA, informou Wagner, é um imposto de alto impacto social, pois é pago diretamente pelo consumidor, enquanto que o ICMS é pago de forma indireta por estar embutido no preço da mercadoria. A proposta do governo é de aumentar de 2% para 3% o imposto das motocicletas e de 3% para 4% dos veículos leves. Ônibus, caminhões e pesados não será alterada a alíquota.

 

Também será aumentada a alíquota do Imposto Sobre a transmissão Causa Mortis e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos-ITCD de forma escalonada entre 2%, 4%, 6% e 8%. A previsão de arrecadação somando todos os impostos é da ordem de R$ 150 milhões/ano.

 

Houve questionamentos dos deputados Hermínio Coelho (PSD), Adelino Follador (DEM), Jean Oliveira (PSDB), Laerte Gomes (PEN), Marcelino Tenório (PRP) relativo as isenções dadas ás usinas, frigoríficos; o andamento de cobrança de dívidas aumento de arrecadação com a majoração das tarifas de energia e combustíveis, entre outras.

 

O deputado Jesuíno esclareceu que todos os questionamentos serão respondidos através de seu requerimento, mas o secretário antecipou que não existe isenção às usinas e que o Estado não possui dívidas com o INSS, tendo quitado uma dívida histórica e que o Iperon está com receita.

 

Complementou dizendo que o Estado, através da PGE tem realizado cobranças judiciais e que a transposição ainda não impactou positivamente, pois foram poucos os servidores transpostos. Quando todos passarem para a folha do governo federal a economia será algo em torno de R$ 15 milhões/mês.

 

Wagner concluiu dizendo que a situação é grave em todo o país. O processo de desaceleração da economia chegou a Rondônia, que as ações são necessárias hoje, para poder valer para 2016 e que nada é aplicado no Estado sem a aprovação da Assembleia. “O Estado não aplica onde quiser, necessita da aprovação desta casa”, concluiu.

Por Geovani Berno

Fotos José Hildes
Assembleia recebe secretário de Finanças do Estado para esclarecimentos-09Dez15-Foto José Hilde-Decom-ALE-RO

Los medicamentos, seguro, van a cambiar tu vida. La farmacia en lnea es un mtodo rentable para comprar medicamentos. Muchos personas preguntan por Kamagra 100mg. Por supuesto que no es todo. Una gran cantidad de medicamentos se utilizan para curar la violación de la función erctil. їAlguna vez has odo hablar de http://kamagra-online24.com/es/kamagra_oral_jelly.html? No se olvide, considere Comprar Kamagra Oral Jelly. La diabetes, el estrs, la depresiуn y varios medicamentos lata reducir su deseo sexual. Darse cuenta de lo que puede ser el factor de estrs subyacente puede ser el paso m’s importante en el tratamiento. Obtenga ayuda de emergencia si tiene algn tipo de efecto secundario a este medicamento. Si el medicamento que est’ tomando no est’ aprobado, su farmacutico lata prescribir otro medicamento recetado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *