Chiquinho da Emater recepciona o coordenador do Movimento Emancipa Rondônia, que participará do 1° seminário sobre a criação dos municípios, em Brasília

Representantes irão receber apoio do parlamentar na participação do Seminário, que buscam articular a câmara dos deputados para aprovar a PLP137/2015.

Na manhã desta quarta-feira, 15 o deputado estadual Chiquinho da Emater (PSB), recepcionou Bispo de Extrema atual coordenador do Movimento Emancipa Rondônia, que receberá apoio do parlamentar nesta demanda, visando aprovar a PLP137/2015 que é uma lei federal voltada para emancipação de distritos em todo o Brasil.

De acordo com Bispo em 2010 após o plebiscito a assembléia legislativa aprovou a lei 2264/2010 que visava a instalação do município de Extrema de Rondônia e em 2010 está lei foi sancionada pelo governo da época, onde a partir de 2013 após julgamento do STF a mesma perdeu sua eficácia jurídica.

No entendimento do parlamentar após tomar conhecimento da emenda n°1596, que veta a criação de municípios em todos país, após contato com lideranças emancipalistas o deputado obteve informações de que no período entre a emenda da lei supra até a presente data foram criados mais de 60 municípios em outros estados, o que deixou os distritos de Rondônia com condições de se emancipar de fora.

“Tive a satisfação de receber em meu gabinete o coordenador Bispo, que certamente nos representará a altura no 1° Seminário UBDNMU em Brasília na luta pela aprovação da emancipação de distritos de Rondônia que preenchem os requisitos. Ressalto, que sou um grande parceiro do desenvolvimento do nosso Estado e apoiarei está importante pauta para elevar ainda mais o desenvolvimento. Darei o devido apoio logístico ao movimento emancipalista junto a nossa bancada federal”, finalizou o deputado Chiquinho da Emater.

Allan Poleto

Redação Site Acontece RO

Luíz Gonzaga Sales Lobato Autor

CNPJ 24.280.898/0001-67 CNPJ Empresa: LUIZ GONZAGA SALES LOBATO-ME

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.