Comissão de Defesa do Consumidor dá parecer favorável a projeto que proíbe empréstimos a aposentados por telefone

                                            

Deputados entendem que muitos idosos são enganados, pois não sabem o quanto pagarão no final

 

Durante reunião da Comissão de Defesa do Consumidor (Codecon), da Assembleia Legislativa, realizada no Plenarinho 1, na manhã desta terça-feira (17), o presidente, deputado Aélcio da TV (PP), confirmou que o deputado Alex Silva passará a integrar o Conselho de Defesa do Consumidor. Em seguida, ele passou a presidência para o deputado Eyder Brasil (PSL), que leu o Projeto de Lei nº 200/2019, de autoria do deputado Jair Montes (PTC), que veda às instituições financeiras ofertar e celebrar contrato de empréstimo financeiro com aposentados e pensionistas, por meio de ligação telefônica, no âmbito do Estado de Rondônia.

Aélcio da TV deu o parecer favorável ao projeto, explicando que a matéria já passou pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR). O texto proíbe instituições financeiras de celebrar empréstimos com aposentados e pensionistas por meio de telefone em Rondônia.

“Muitas vezes o idoso pode ser enganado. Oferecem muitas vantagens, mas não explicam direito o valor final a ser pago. Acredito que isso evitará problemas assim. Por isso sou favorável, apesar de saber que será difícil fiscalizar essa questão”, afirmou Aélcio da TV.

Eyder Brasil colocou a matéria em discussão e Chiquinho da Emater (PSB) disse concordar com o posicionamento de Aélcio da TV. “Isso acontece muitas vezes em famílias de áreas rurais, que não sabem direito o que estão contratando”, acrescentou.

O deputado Edson Martins (MDB) também disse ser favorável ao projeto, por entender que muita gente é enganada por aproveitadores.

O PL segue para o Plenário das deliberações para apreciação e votação.

Texto Nilton Salina-Decom-ALE/RO    

Fotos: José Hilde-Decom-ALE-RO

 

Luíz Gonzaga Sales Lobato Autor

CNPJ 24.280.898/0001-67 CNPJ Empresa: LUIZ GONZAGA SALES LOBATO-ME

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.