Notícia do Estado
sexta-feira , 15 dezembro 2017

Dnit declara emergência na região da Ponta Abunã

A região da Ponta do Abunã, onde fica a balsa sobre o rio Madeira, em Rondônia, teve declarada a situação de emergência pelo Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit), responsável pela rodovia BR-364, cujo trecho é interrompido com a passagem da balsa entre as duas margens do Madeira.

A portaria do órgão já foi publicada no Diário Oficial da União, e já está valendo. Segundo o Dnit, a ideia, nesse primeiro momento, é fazer um estudo sobre a situação do manancial que, caso baixe ainda mais, poderá prejudicar o fluxo da transposição da balsa que leva e trás veículos na Ponta do Abunã.

Com a baixo exponencial no volume do rio, tem havido a necessidade de dragagem da areia que se acumula às margens e no leito do rio, o que tem causado dificuldade e inclusive a balsa chega a emperrar sobre os bancos de areia. A empresa que faz o transporte de veículos, responsável pela balsa, já executou esse tipo de serviço.

DECRETO ESTADUAL
O governador de Rondônia, Confúcio Moura, assinou nesta segunda-feira, 14, o decreto de estado emergência na Ponta do Abunã por causa da seca do rio Madeira. A falta de chuva na região tem ocasionado demora na travessia das balsas do rio Madeira, o que ocasiona filas enormes de veículos como ônibus, carretas e caminhões carregados de produtos.
Além do Acre, que sofre com o atraso no transporte de combustíveis e gêneros alimentícios, por exemplo, a seca também afeta localidades como a Vila Fortaleza do Abunã, Vista Alegre, Extrema e Nova Califórnia.

 

Fonte O combatente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *