Silvio Santos “Dia Nacional da Cultura”

Sílvio Santos
Jornalista. Atualmente é editor do caderno de Cultura do jornal Diário da Amazônia. E uma apaixonada pela Cultura de Porto Velho. Mantém uma coluna diário no jornal Diário da Amazônia. Conhecido carinhosamente por Zé Katraka  

O Dia Nacional da Cultura foi comemorado ontem (5), no auditório do CPA com a premiação dos contemplados pelos editais de Musica Autoral; Literatura e Fotografia Danna Merril. A turma depois de algum tempo conseguiu meter a mão na “bufunfa” dos editais. Parabéns.

 

*********

Porém, a notícia que mais agradou a comunidade artística produtora de Rondônia, foi a anunciada pelo superintendente Rodnei Paes e confirmada pelo presidente da Funcer Fabiano Barros de que, até o final deste mês, será publicado no Diário Oficial, Decreto isentado os artistas produtores do estado de Rondônia de pagamento de qualquer taxa pela utilização do Palácio das Artes.

 

*********

Até a publicação do Edital, o artista local que quiser utilizar os teatros, têm que pagar no mínimo R$ 4,5 MIL. Foi realmente o melhor presente pelo Dia Nacional da Cultura. Parabéns a todos os artistas  em especial ao Rodnei e o Fabiano pela conquista.

 

********

A partir da publicação do Decreto isentando o pagamento de taxa pela utilização dos teatros, vamos ver se nossos grupos de teatro, têm capacidade para não deixar os espaços Fechados por muito tempo. Também não é para colocar qualquer porcaria em cartaz.

 

*********

Bonita mesma, foi a comemoração dos 60 anos da escola de samba Os Diplomatas, que aconteceu sábado passado, na praça São José no bairro do Mocambo.

 

********

Jair Monteiro e toda sua equipe, capricharam na ornamentação e na produção do show que culminou com a apresentação do samba de enredo da escola para o carnaval de 2019.

 

********

O Hino que vai tentar levar a escola mais antiga da Amazônia (fora o Pará), de volta ao Grupo Especial da Fesec é de autoria do Trio de Ouro – Bainha, Oscar e Zé Baixinho. O refrão levantou a galera.

 

*********

 

Apenas devemos alertar o presidente da Escola Os Diplomatas, que não insista em divulgar, que a escola “Esta de volta ao seu berço”. Sabe por que Jair? A Diplomatas jamais foi do Mocambo. Até o ano passado nem mesmo havia ensaiado no bairro.

 

********

A Diplomatas nasceu no bairro Santa Bárbara e seus primeiros ensaios aconteceram em frente a Casa do presidente Tário de Almeida Café a rua Barão do Rio Branco. Ensaiou até na Baixa da União na casa da Aldenora, mas, jamais foi do Mocambo.

 

*********

É só dar uma observada na letra do samba do Trio de Ouro que fala de alguns locais, aonde a escola ensaiou nesses seus 60 anos de fundação: CIBEC e Danúbio Azul.

 

********

Porém concordamos que a escola tenha fechado parceria com o bloco carnavalesco Até Que a Noite Vire Dia (este sim genuinamente do Mocambo) e passe a ensaiar na Praça São José. Foi uma grande sacada da atual diretoria.

 

********

Quem ficou preocupado após ouvir o samba da Diplomatas para o próximo carnaval, embora tenha sido um dos fundadores da escola foi o CABELEIRA.

 

*********

Acontece que hoje, ele é o presidente da escola de samba Acadêmicos do Armário Grande e pelo visto, sentiu que o samba do Bainha e Cia. vai levantar o público durante o desfile do próximo ano o que quer dizer, que o Armário (que foi garfado este ano) pode permanecer no Grupo de Acesso.

 

*********

Não sei se os dois mestres Paulinho Santana e Silfarney estão brigados, ou foi gozação. Acontece que em determinado momento da festa em comemoração aos 60 anos da Diplomatas, Paulinho parou a Bateria para homenagear, segundo ele, a pessoa, o MESTRE que o ensinou os segredos de uma Bateria de Escola de Samba “Meu Mestre/Professor Admilson Knightz – Negão” e entregou a camisa de comemoração dos 60 anos da escola. Lá do outro lado, Silfarney, se não fosse seguro pelo Mamedes, teria pulado o Muro do Cemitério dos Inocentes, procurando uma COVA pra enfiar Paulinho Dentro!

Fonte Diário da Amazônia

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.