Vilhena – Com parcerias fortes, projeto “Laboratório Vivo” começa a implantar hortas nas escolas em junho

Projeto encabeçado pela Prefeitura consolidou parcerias com entidades estaduais para ampliação da iniciativa

Nos próximos 60 dias devem começar a aparecer as primeiras hortas em escolas municipais através do projeto “Laboratório Vivo”, da Prefeitura de Vilhena. No último mês a Secretaria Municipal de Educação firmou parcerias com várias entidades municipais e estaduais para ampliar o alcance da iniciativa.

Agora o projeto tem vários colaboradores, entre eles Sedam (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental), Casa do Egresso, Sejus (Secretaria de Estado de Justiça), Semplan (Secretaria Municipal de Planejamento), Semma (Secretaria Municipal de Agricultura), Semagri (Secretaria Municipal de Agricultura), além da própria Semed.

De acordo com a secretária de Educação Vivian Repessold, a primeira etapa deve começar no fim de junho e contemplará todas as 29 escolas do município, envolvendo mais de 12 mil alunos na ação. “Cada um dos órgãos estará responsável, ou já executa, alguma atividade dentro do projeto. Com o apoio do prefeito Eduardo Japonês no projeto, o entusiasmo dos coordenadores é grande também, assim como o das escolas e alunos, sendo este um projeto com potencial de se tornar referência dentro do Estado e na região Norte”, conta a secretária.

Para Japonês, esta é uma importante oportunidade de fazer as crianças esquecerem um pouco do mundo digital e prestar atenção no mundo natural. “O ensino ambiental e o aprendizado de práticas manuais também é importante para o desenvolvimento da criança, que cresce entendo nosso lugar na natureza e a importância de nossa preocupação em cuidar bem daquilo que temos”, analisa o prefeito.

Semagri, Semed e Sedam ficaram responsáveis pela construção da horta nas escolas, a Semplan, através da arquiteta Andréa Ferraz, desenvolveu o modelo arquitetônico 3D das hortas para que sejam práticas para as crianças e auxiliem aos professores no processo de educação. A Casa do Egresso irá construir os caixotes usados como canteiros e a Sejus coordenará a produção de mudas com os detentos do presídio.

Semcom

 

Luíz Gonzaga Sales Lobato Autor

CNPJ 24.280.898/0001-67 CNPJ Empresa: LUIZ GONZAGA SALES LOBATO-ME

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.